[Aventuras Ancestrais] Novos rumos para as caçadoras

Uma nação - Cabeças de Caju Nas terras de rochas quentes nas proximidades das florestas do Rio Grande, caçadoras e caçadores caminham sempre em busca de um novo lugar para dormir e para sobreviver. Cada dia e cada noite, um novo abrigo precisa ser encontrado, pois pequenos grupos sem rumo ou viajantes solitários, são alvos fáceis... Continuar Lendo →

Anúncios

[RPG em teste] Trocando cortes por cicatrizes

Este é um módulo de conclusão inspirado na mecânica de Dado do Triunfo do RPG Déloyal, jogo de Rafão Araújo e Jorge Valpaços. Neste mundo perigoso e ancestral, cortes são tão naturais quanto o ar que você respira. Cortes são os resultados de qualquer caçada e símbolos de aprendizado. Neste mundo, cortes são o que mantém... Continuar Lendo →

[Modalidade] Desafios Ancestrais

[Entre jogos narrativos, existe uma infinidade de possibilidades que cruzam mais de uma vez a linha entre jogos de tabuleiro, jogos de cartas e jogos de interpretação de papéis, mas todos certamente não deixam de ser jogos de mesa, não é mesmo? Mecânicas narrativas podem influenciar jogos de cartas, assim como mecânicas de jogos de... Continuar Lendo →

[Cenário] Introdução

[Ilustração de Jefferson Oliveira] Aventuras Ancestrais segue a linha de alguns jogos de narrativa compartilhada contemporâneos que dispõem apenas de um princípio temático geral, neste caso, final do período paleolítico nas terras do Rio Grande (do norte) com um certo tom de fantasia. O cenário, no entanto, é construído pelas jogadoras e jogadores em suas aventuras pelas terras ancestrais. Por... Continuar Lendo →

[Ambiente perigoso] A Floresta Ancestral

[Dessa vez o cenário ganha forma em um perigo com rótulos, movimentos e instintos. Mais do que uma simples floresta, um labirinto mortal. Os caçadores conseguirão sobreviver?] A Floresta Ancestral “Então, diante da densa floresta, onde muitos guerreiros tiveram seu fim, Cabeça de Caju, o líder, disse – eu guio vocês, confiem em mim”. Ele... Continuar Lendo →

Site no WordPress.com.

Acima ↑